CÃES E GATOS PODEM SER DOADORES DE SANGUE: AJUDE A SALVAR UMA VIDA ANIMAL

CÃES E GATOS PODEM SER DOADORES DE SANGUE: AJUDE A SALVAR UMA VIDA ANIMAL

9 de agosto de 2016 Adultos, Cães, Curiosidades, Gatos 0 Comments

Cães e gatos saudáveis podem salvar a vida de outros através da doação de sangue que, assim como ocorre entre os humanos, a iniciativa é um ato de solidariedade e amor ao próximo.

O sangue recolhido dos animais é destinado para outros pets vítimas de câncer, atropelamento, doenças transmitidas pelo carrapato, dentre outras. A transfusão é uma das esperanças para conseguirem sobreviver.

Essa atitude depende da conscientização do tutor, pois é através dela que todo esse processo é possível, basta procurar um banco de sangue veterinário mais próximo da sua casa e/ou cidade.

É importante destacar que a tipagem de sangue é diferente, um exemplo é de que os cães não podem receber a transfusão de gatos, uma vez que os felinos possuem 3 tipos diferentes de sangue, e os cachorros têm até 13 tipos sanguíneos.

Para doar, os pets devem atender pré-requisitos que visam checar as boas condições do animal, além disso, devem ser verificados o limite de idade e peso – tudo isso para garantir a segurança do doador e do receptor do sangue.

Conheça os requisitos:

Cão
– Clinicamente saudável;
– Pesar mais de 25 quilos;
– Idade superior a 2 anos e inferior a 8 anos;
– Estar com vacinação e vermifugação em ordem;
– Fêmeas não podem estar no cio ou prenhas;
– Não ter recebido transfusão sanguínea;
– Não tenha tido carrapatos recentemente e ser negativo para a hemoparasitose.

Gato
– Clinicamente saudável;
– Pesar mais de 4 quilos;
– Idade superior a 2 anos e inferior a 8 anos;
– Estar com vacinação e vermifugação em ordem;
– Fêmeas não podem estar no cio ou prenhas;
– Não ter recebido transfusão sanguínea;
– Não ser positivo com o vírus da FeLV (Leucemia Felina), FIV (Imunodeficiência Felina) e Mycoplasma Haemofelis.

Observações:
O doador não pode fazer uso de qualquer medicação, bem como não ter tomado remédios nas duas últimas semanas que antecederem a doação. O sangue irá para análise para averiguar a boa saúde do animal, como também descobrir se não há nenhuma doença crônica ou contagiosa.

Todo o processo de doação costuma não durar mais do que 15 minutos, e geralmente, aplica-se um sedativo leve para que o animal fique calmo durante a doação – os pets com histórico tranquilo não precisam de sedativo, a medida é para aqueles que costumam ficar agitados.

Cães doam até 450 ml de sangue, e os felinos, até 40 ml. Todo o processo não causa nenhum dano ao pet. Recomenda-se que o animal esteja em jejum de 4 horas antes da doação.

Quer que seu cão ou gato seja um doador e não sabe onde localizar um banco de sangue mais próximo? Listamos alguns:

CURITIBA/PR
UFPR – Universidade Federal do Paraná
Tel.: (41) 3350-5663 / (41) 3350-5663 / (41) 3350-5664 / (41) 3350-5664
Hospital Veterinário
Rua dos Funcionários, 1540
CEP 80035-050
E-mail: hv@ufpr.br

LONDRINA – PR
UEL – Universidade Estadual de Londrina
Tel.: (43) 3371-4269 / (43) 3371-4269
http://www.uel.br/portal

Fonte: equilibriototalalimentos.com.br





Deixe seu comentário